terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Então você quer ser um Youtuber ? Com o PCLinuxOS você pode...




No ano passado, a CEO do Youtube, Susan Wojcicki, anunciou que só a versão mobile do site já alcançava mais pessoas entre 18 e 49 anos do que qualquer rede de televisão, aberta ou por assinatura.
O You Tube, hoje em dia, é o 3º site mais acessado do mundo, e é uma plataforma de vídeos que tem mais de 1 bilhão de usuários.
A cada dia surgem inúmeros novos Youtubers na rede e os grandes canais servem de inspiração para os pequenos e médios canais. Esta nova “profissão”/“atividade” têm mostrado que é possível alcançar resultados incríveis com esta mídia, e, de uma certa forma, o site veio democratizar a comunicação na internet (claro que era bem mais democrático no início, já que ultimamente o You Tube vem cortando a monetização de vídeos e censurando outros, mas, isso é uma conversa para depois).
E, pela popularização do You Tube, em diversos formatos (celular, PC, tablet, TV smart), ser um Youtuber não é mais sinônimo de ociosidade, brincadeira ou perda de tempo. Há espaço tanto para pessoas físicas ou empresas, e, este fenômeno de comunicação acabou criando uma nova profissão. Sim, hoje é possível viver do You Tube (mas, como disse, bem mais difícil agora, por conta das novas políticas do You Tube). Para se ter uma ideia, os 3 maiores canais Brasileiros do You Tube faturaram, em 2014, as cifras listadas abaixo:

1. Porta dos fundos – 7,1 milhões de inscritos – Até US$ 305 mil por mês

2. Galinha Pintadinha – 2,1 milhões de inscritos – Até US$ 212,5 mil por mês

3. Parafernalha – 4,2 milhões de inscritos – Até US$ 97,3 mil por mês

E não é só com visualizações, os You Tubers conseguem patrocínios externos, como a Kéfera, que é patrocinada pela Adidas.
 

Mas, como eu começo ?
Bem um segmento de vídeos do You Tube que mais cresce são os gameplays, as lives, e resenhas de jogos com captura ao vivo, walkthroughs com narração ou sem.
Eu mesmo tenho um canal do PCLinuxOS Brasil e posto vídeos relevantes e referentes ao PCLinuxOS brasileiro, com anúncios e alguns gameplays. E, todos os vídeos do canal são feitos no PCLinuxOS.
Então, vou começar esta série de artigos, dando dicas de como você pode usar o PCLinuxOS para começar como um You Tuber, criando o seu canal e upando seus vídeos. Como tema, gameplays e walkthroughs. E, nesta primeira parte, vou explicar como capturar vídeos de jogos de DOS.

DOSBOX, o versátil emulador de DOS
DOSBOX é um versátil emulador de DOS, com o qual é possível ter máquinas que rodam os programas criados para o MS-DOS. Não vou me estender muito sobre seus recursos, apenas vou apontar alguns recursos que são desconhecidos pela maioria dos usuários.
O DOSBOX pode capturar sequências MIDI, áudio WAV e vídeo AVI.
Abaixo segue a configuração de teclas especiais do DOSBOX:

























 
Então, desde o DOBOX versão 0.65, é possível capturar o vídeo que estiver rodando na tela do DOSBOX com a combinação de teclas CTRL-ALT-F5. Uma vez para começar a gravar, a segunda pára a gravação.
O modo de vídeo atualmente emulado determinará a resolução do vídeo capturado e o jogo ou aplicativo atualmente em execução determinará o nome do arquivo capturado. Se o aplicativo atual for alterado enquanto um filme está sendo gravado, o nome do arquivo não será alterado, mas se o modo de vídeo for alterado, a gravação atual será automaticamente interrompida e um novo filme na nova resolução será criado com o nome da última aplicação executada.
Ou seja, se for um vídeo de baixa resolução, saíra 320x240, se a resolução for maior, 640x480(VGA), e assim por diante para resoluções maiores.
Como capturas de tela, qualquer filtro não será gravado ou afetará o conteúdo do vídeo capturado.


Mas, no Linux, tem um problema…
Bem, como dito acima, o recurso de captura de vídeo do DOSBox é ativado pressionando Ctrl-Alt-F5 simultaneamente. Infelizmente, no Linux ou outro sistema baseado em Unix com X11 e consoles de texto virtual, essa combinação de teclas nunca chegará a DOSBox, pois geralmente será interceptada pelo servidor X e deixá-lo no 5º console de texto (tty5). A maneira mais fácil de contornar isso é remapear o recurso de captura de vídeo para outra combinação de teclas. Isso pode ser feito através do mapeador de teclas DOSBox, que é iniciado a partir de DOSBox e logo após pressionando Ctrl + F1 (funciona apenas se o DOSBox estiver em tela cheia) ou executando DOSBox com dosbox -startmapper.
Agora, para dar certo, teremos que mudar essa configuração. Então, inicie o DOSBOX, passe para tela inteira (alt-enter), e pressione crtl+F1. Uma tela como abaixo deverá aparecer:



Então, nota-se que o comando para gravar vídeo está configurado para: F5+mod1+mod2. As teclas mod são, respectivamente, ctrl(mod1) e alt(mod2).
Eu fiz o seguinte: mantive mod1+mod2, mas, troquei a tecla F5 pela tecla V. Assim, quando começo ou termino de gravar meus vídeos, pressiono crtl+alt+V, que não é uma combinação de teclas comum em nenhum programa de DOS (eu, pelo menos, nunca vi essa combinação).
Assim, a minha configuração ficou assim:



E, o vídeo resultante ficará na pasta de capturas do DOSBOX (/home/~/.dosbox/capture). O arquivo capturado terminará em .AVI, que é um formato contêiner. A parte de vídeo do filme é codificada com o CODEC 32 bits ZMBV (Zip Motion Block Video), que permite uma codificação razoavelmente rápida de baixo conteúdo de cores.

Felizmente, o ZMBV é suportado diretamente pelo FFmpeg, então qualquer reprodutor de mídia que use libavcodec (biblioteca de codec FFMpeg) poderá reproduzir os vídeos capturados. Isso abrange MPlayer, VLC e muitos outros. Principalmente, o vídeo poderá ser editado em qualquer editor de vídeo nativo do PCLinuxOS(Openshot, Shotcut, KDEnlive, Flowblade, Pitivi, Kino, Lives, Cinelerra) (ou até editores do windows, como o VSDC, o que eu uso). E, é claro, você poderá converter para qualquer formato que o FFMpeg suporte (MP4, MOV, MP2, OGV, etc...)


Ok ?


Espero que tenham gostado dessa introdução. Em próximos artigos, vou abordar como gravar vídeos de emuladores de computadores e vídeo games, bem como da própria tela do PCLinuxOS, com jogos nativos e emulados via WINE.


Ok ?


Até lá,


Sds.

Nenhum comentário:

Postar um comentário