segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Audiosauna: Criando Música no PCLinuxOS gratuitamente


AudioSauna é uma estação de trabalho de áudio digital(DAW) com todos os recursos.
Ele permite o uso de vários sintetizadores polifônicos avançados, samplers e efeitos ao vivo em tempo real no navegador.
O teclado do computador é usado para criar melodias. Os efeitos de áudio disponíveis incluem delay e reverb. Uma ferramenta mixer dá acesso a mute,  níveis, pan, solo, AUX 1 e AUX 2. Um sintetizador analógico virtual oferece vários tipos de filtros, envelopes ADSR, distorção, chorus, bitrate e transposição ilimitada, portamento, polifonia e muito mais. Um sintetizador de  frequência modulada (FM)  também está disponível. O sampler avançado permite que os usuários importem MP3s e arquivos .WAV. Os usuários também podem samplear, alterar pan, afinar e transpor.
E o que é melhor, da comodidade de seu navegador WEB favorito. Sim, isso mesmo, Audiosauna é um site que carrega uma aplicação em Flash que é a estação DAW completa, sem instalação, sem registro e nem nada. Gratuitamente, você terá um poderoso software DAW sem gastar um tostão.

 

Características

  • Salvar e abrir músicas e exportar música como arquivo de áudio. Permite gravar no formato .song para ser editada posteriormente ou exporta para wav
  • Use o teclado do seu computador para gravar melodias com o AudioSauna
  • Sequenciador com arranjo de padrões e modos de rolo de piano
  • Mixer com  nível, pan, mudo, solo e AUX1 e AUX2
  • Efeitos auxiliares incorporados: delay e reverb
  • Ajustar à grade

Sintetizador Analógico Virtual

O sintetizador analógico virtual do AudioSauna é um clássico sintetizador subtrativo de dois osciladores.

  • 2 osciladores analógicos com envelope amp, SAW, SQUARE, TRIANGLE, SINE e NOISE waveforms.
  • Vários tipos de filtros, incluindo LP e HP
  • O Osc 2 pode modular o Osc 1 com FM verdadeiro
  • Envelopes ADSR para amplitude e filtro de corte
  • LFO para amplitude e filtro de corte com 3 formas de onda
  • Efeitos incorporados: distorção, chorus e taxa de bits
  • Polifonia ilimitada, portamento, transposição, 40 presets

Sintetizador FM


O sintetizador de FM do AudioSauna traz o som clássico dos anos 80 para o navegador!

  • 4 operadores de onda senoidal com envelope amp
  • 8 algoritmos de FM (baseados no DX-21 da Yamaha)
  • Vários tipos de filtros, incluindo LP e HP
  • Envelopes ADSR para amplitude e filtro de corte
  • LFO para amplitude e filtro de corte com 3 formas de onda
  • Efeitos incorporados: distorção, coro e taxa de bits
  • Polifonia ilimitada, portamento, transposição, 40 presets

Sampler Avançado


O sampler do AudioSauna é o sampler estéreo mais avançado de todas as aplicações de áudio on-line.

  • Importa arquivos mp3 e wav
  • Layering, mapeamento de alcance de teclas, mapeamento automático
  • Normal e ping-pong looping, reverso
  • Exemplo de início, fim de amostra, início de loop, fim de loop
  • Nível de amostra, pan, transpose, finetune
  • Vários tipos de filtros, incluindo LP e HP
  • Envelopes ADSR para amplitude e filtro de corte
  • LFO para amplitude e filtro de corte com 3 formas de onda
  • Efeitos incorporados: distorção, chorus e taxa de bits
  • Polifonia ilimitada, transposição, 40 presets
  • Interpolação de alta qualidade

 

Workflow do Audiosauna

Com 10 faixas, a personalização intuitiva de sintetizadores, amostras, efeitos, etc e a interface menos complicada torna o Audio Sauna um bom programa para o futuro compositor / editor de música. Mas, ao  contrário de muitos aplicativos que funcionam usando uma abordagem simplista com recursos de arrastar e soltar, esta aplicação não.
O aplicativo favorece uma interface realista que dá ao usuário a ilusão de trabalhar com um mixer real. Os mostradores prateados elegantes brilham ao lado de botões deslizantes simples e configurações numéricas. Teclas do teclado na linha esquerda, acima de linhas adicionais de mostradores prateados e controles deslizantes. A experiência tem uma sensação moderna, mas realista, que funciona excepcionalmente bem para a finalidade pretendida da aplicação. A única desvantagem é que os usuários novos ou inexperientes podem ser intimidados até que eles peguem o jeito de cada função.
Basicamente, fazer música consiste em definir o ritmo, a batida (o drumline), o acompanhamento (bassline) e o solo (o instrumento), funções que podem ser facilmente acessadas com o Audiosauna (Sampler, Sintetizador FM e Sintetizador Analógico).

Veredito

Embora haja um limite para a quantidade de sons predefinidos que estão disponíveis, AudioSauna  tem potencial para ajudá-lo a compor uma boa variedade de música. Em alguns aspectos, compor a própria música em si pode ser mais fácil nesta aplicação, em vez de outras, simplesmente por causa da estrutura das notas e da ajuda visual do teclado. Embora fosse melhor ter uma gama mais ampla de batidas predefinidas e sons, você pode fazer o upload de seus próprios sons, a fim de aumentar a funcionalidade da aplicação. Contanto que você seja paciente bastante para aprender os controles, AudioSauna pode valer a pena como uma alternativa grátis para composição eletrônica.
E, gravando sua música e exportando como .wav, pode servir como base, e, com o auxílio do Audacity, gravar a trilha de voz da música e mixá-la posteriormente, tendo assim um estúdio de produção razoável a custo zero.
Existem diversos canais no Youtube com tutoriais para iniciantes no Audiosauna, então, há bastante material para auxiliar a começar com o programa.
Requisitos: Navegador WEB com plugin Flash atualizado.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Lançado o PCLinuxOS Br 64 LXDE 2017.1


 É com grande satisfação que informo o lançamento da versão 2017.1 do  PCLinuxOS Br 64 LXDE, sendo a primeira versão 64 bits da versão Brasileira do PCLinuxOS.
O PCLinuxOS Br 64 LXDE 2017.1 vem com o kernel 4.6.3.

Graficamente, seu tema foi modificado, para ficar arrojadamente bonito, não ficando a dever nada a outros desktops (KDE ou Gnome 3).

Com ícones Faenza, barra de tarefas transparente e infinitas possibilidades de customização, com o Compton tools, que ativam efeitos 3D no LXDE, o  PCLinuxOS Br 64 LXDE 2017.1 é uma ótima opção para computadores com pouca memória  ram, sendo indicado para computadores com duplo núcleo, Intel Dual Core, Core2Duo ou superior ou AMD Athlon 64x2, PhenomX2 ou superiores.

Inclui ainda o particionador gráfico Gparted, para usuários avançados ou que não se adaptam com o particionador nativo do PCLinuxOS.

O LiveCD reconhece automaticamente o ambiente de trabalho, seja BIOS/MBR ou UEFI/GPT e se adapta a este, podendo facilmente ser instalado junto de outros sistemas operacionais em modo UEFI/GPT, tais como o windows 8/10.

O wallpaper foi criado em parceria com o usuário Creto, que criou o logo, e o fundo e o tratamento foram feitos por mim.

Aplicações:
Navegador WEB: Netsurf 3.6
Suíte Office: LibreOffice 5.3, a partir do instalador automático LOManager
CD/DVD burner: SimpleBurn
Compactador de Arquivos: FileRoller, com suporte a RAR ou 7z out-of-the box.
Visualizador de PDF's: Evince
Particionador: Gparted
Visualizador de Gráficos: GpicView,
Player de áudio / Vídeo: Gnome Player
Gerenciador de impressoras: CUPS 1.46
Gerenciador de impressoras HP: HPLIP 3.16-5
Kernel: 4.6.3
Tamanho da ISO: 710 MB, podendo ser “queimada” em CD-R’s comuns.


Disponível para download em


quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Jóias da GOG – Realms of the Haunting


Bem, como tinha escrito antes, eu abordaria jogos que a GOG vende. E, tem muita coisa boa na GOG.
E, um jogo que me saltou aos olhos foi Realms of the Haunting.

Mas, o que esse jogo tem de tão especial ?

Bem… Muita coisa. E, muita nostalgia…


Realms of the Haunting – o Jogo.

Forjada no princípio das eras e protegida pelos sete selos, encontra-se um lugar onde o pensamento e a criação se entrelaçam. O centro de todos os reinos da existência, é a força de equilíbrio entre o bem e o mal, o homem e o espírito. Um ponto focal para todas as energias, e o único elemento que tem mantido a natureza consumidora da escuridão aprisionada… Até agora…


A história começa na Cornualha, onde o personagem principal, Adam Randall, chega para o funeral de seu pai. A morte de seu pai, acontecendo sob circunstâncias  suspeitas, acende uma série de visões de pesadelos, todas girando em torno de uma casa que Adam tem pouca lembrança. Assombrado por essas imagens, ele eventualmente encontra a casa, descobrindo que ela é o antigo lar de um poderoso feiticeiro francês cujas experiências libertaram uma horda de demônios. O mal que os controla tomou o pai de Adam - corpo e alma - e agora está residindo no edifício, esperando por futuras vítimas. Dentro desta casa está localizado o soulstone, um objeto capaz de abrir portas entre nossa realidade e o mundo infernal, dando passagem aos demônios para a terra…

Minha Experiência

Eu comprei esse jogo, em 1997… É, nos primórdios do e-commerce, eu encomendei este jogo de um site americano e duas semanas depois ele chegou. Eram 4 CD’s, mais ou menos, 2,7 GB de dados. E, uma das coisas chatas, naquela época, era ficar trocando os CD’s, durante o jogo.
Mas, porquê 4 CD’s ?
Por causa dos vídeos. O jogo apresenta a sua história toda em vídeos FMV que tocam durante o progresso do jogador. E, para a época em que o jogo foi produzido (1996) ficou impressionante.


Não que a qualidade dos vídeos tenha ficado excelente, já que vídeos FMV, naquela época, estavam engatinhando, e, a compressão e os codecs não eram lá grande coisa(vale lembrar que naquele tempo, 486 eram computadores potentes e os Pentiums recém começavam a ser lançados).
Agora, uma breve resenha do jogo.

Gráficos

Naquela época (96) os engines 3D com bitmaps 2D estavam morrendo. Duke Nukem 3D foi o ápice dessa geração, que começou com Wolfenstein 3D. Todas as companhias estavam migrando para 3D vetorial, como o Quake, da id sosftware. Mas, mesmo assim, os gráficos são muito bons, para aquilo que se propõem. Recomendo ajustar os gráficos para a versão HD, de forma que não ficarão tão pixelizados.


O jogo é dividido nas partes de exploração (o jogo propriamente dito) e nas cutscenes FMV. As cutscenes são fantásticas, apesar de suas limitações, você é impelido a jogar só para saber o que vai acontecer com os personagens(algo parecido com Ninja Gaiden, do NES). E, os atores desempenham muito bem seus papéis. Há até atores que trabalharam em Dr. Who nesse game. Os figurinos e cenários estão perfeitos, e, há muito de cenários virtuais (cenas filmadas em tela azul/verde e depois colocadas em cenários renderizados por computador).

 

Som

É simplesmente fantástico. Tudo tem som no jogo, desde a maçaneta de uma porta ao clicar de um interruptor de luz, o som é perfeito, as vozes, o personagem principal Adam (você) diversas vezes fala sozinho, como nós mesmos fazemos no nosso dia a dia, dando pistas do que se deve fazer dentro da casa amaldiçoada. É excelente a qualidade de som, tornando o jogo imersivo de forma nunca antes vista.
Você se sente nessa casa, com janelas batendo, vento assobiando lá fora e toda a sorte de ruídos e rangidos de portas.

Jogabilidade

A jogabilidade é muito boa, já que o jogo não é um FPS, mas sim, um adventure. Há um cursor na tela, além das teclas de movimento, que muda, conforme se passa pelos elementos da tela. O cursor é controlado pelo mouse. Em alguns elementos, tipo uma prateleira ou um livro, o cursor muda e toma a forma de um olho, indicando que há mais a ser pesquisado naquele item.


Há um inventário, com seus itens e um diário, onde Adam faz anotações, e, faz observações sobre os acontecimentos do jogo. Quando se clicam nas anotações, algumas serão faladas (em voice over) pelo personagem Adam, um efeito muito legal, como se ele refletisse consigo mesmo sobre o que está acontecendo no jogo.
Em algumas situações, no entanto, o jogo deixa o jogador meio perdido, sem saber o que fazer e nem para onde ir. Existem certas seções do jogo bastante complicadas, como um labirinto subterrâneo em que se deve coletar um certo número de cérebros(Ugh) para fazer uma máquina funcionar, que é bem desorientador.
Mas, a imersão e a experiência de jogo dele é magnífica, sendo um jogo viciante, que, é como um bom livro: Depois de iniciar, não se consegue parar até chegar a última página. Esse jogo tem essa qualidade.

Veredito

Um jogo excelente, mesmo com mais de 20 anos de idade, é uma obra-prima. A Gremlin Graphics, empresa que o criou, jamais voltaria a fazer jogos assim, preferindo jogos fáceis de console, que, claro, vendem muito mais rápido (e, tem um retorno mais garantido).
A Gremlin foi a responsável por muitos sucessos, Top Gear (SNES), Zool (Genesis), Jack The Nipper (ZX Spectrum), mas, em termos de jogos Survivor Horror / Adventure, apenas ROTH(existe um outro jogo da companhia feito no mesmo engine, Normality, mas, este era um adventure de Ficção Cyberpunk).
O veredito, é claro, COMPRE agora. Compre já, o jogo é bom demais para não ser jogado. E, muitos vão se perguntar como fizeram tudo isso, em 1996 ? E, ainda mais pelo preço: R$11,99

Legado

O jogo ROTH tem um fan site dedicado a ele, com mapas, walkthroughs, dicas e trapaças. Há também capturas de tela e diversos downloads. A url do site é: http://www.realmsofthehaunting.com

Comprando Realms of The Haunting

ROTH foi originalmente feito para DOS, e, roda perfeitamente no DOSBOX.
O pacote vendido pela GOG.com em seu site traz ainda a trilha sonora em MP3 e o manual em formato PDF.
Você comprará o jogo e fará o download de um arquivo executável com extensão  .sh
Depois de completado o download (algo em torno de 1.4 GB), dê permissão de execução ao script (mod +x) e instale o jogo normalmente.
Será instalado na sua /home.
Um detalhe interessante é que a GOG coloca a sua própria versão de DOSBOX junto com o jogo, assim, penso, melhor usar o DOSBOX do PCLOS, e, ignorar o DOSBOX da GOG.
Para um melhor efeito, sugiro usar o DBGL (DOSBOX Game Launcher), que facilitará o gerenciamento do jogo.

Assim, espero que se divirtam e desvendem o mistério da casa da Cornualha…

Até a próxima!