sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Jogando Need For Speed: Hot Pursuit 2 no PCLinuxOS

Need for Speed: Hot Pursuit 2 é um jogo produzido pela Electronic Arts e lançado para PlayStation 2, Xbox, GameCube e PC em Outubro de 2002.

Foram lançados 2 versões diferentes, a do PS2 (feita pela EA Black Box) e a dos outros consoles (feita pela EA Seattle), sendo a versão PS2 considerada a melhor pela crítica. É o último jogo da série a possuir os carros da Ferrari, Holden Special Vehicles, e o último jogo da geração clássica. É o segundo jogo da série Hot Pursuit, sendo assim, o sucessor de Need for Speed III: Hot Pursuit e antecessor de Need For Speed: Hot Pursuit (2010).

E, foi o último jogo da série antes dela se tornar uma cópia de Velozes e Furiosos. Sim, até este jogo, tínhamos carrões e corridas nas estradas. Depois, só carros tunados e corridas na cidade(o que eu, particularmente, detestei).

Gameplay

Hot Pursuit 2 se inspira principalmente na jogabilidade e estilo de Need for Speed III: Hot Pursuit; Sua ênfase era em evadir a polícia e percursos over-the-top com longos atalhos.
Tal como acontece com o original, o jogador também tem a opção de jogar como um policial tentando prender pés de chumbo. Para fazer conseguir isso, o jogador deve bater no veículo fugitivo diversas vezes para desabilitá-lo. O jogador deve ligar suas luzes e sirenes enquanto persegue, e eles automaticamente desligam depois de prender o suspeito. A polícia pode pedir uma barricada, unidades adicionais, “Unidade 9” na assistência de radiodifusão (só no PS2), cintas com miguelitos e pedir ajuda a um helicóptero para auxiliar na perseguição do veículo-alvo. No final, o jogador é premiado pelos carros quebrados. Na versão PlayStation 2, este modo é chamado You're the Cop enquanto estiver nas versões PC, GameCube e Xbox. É Be the Cop.


As corridas acontecem em quatro ambientes que diferem na atmosfera, com um punhado de cursos por ambiente. Os diferentes cursos em um ambiente são formados por estradas diferentes, sendo conectadas ou separadas por blocos de estradas. Uma ilha tropical fictícia, reminiscente do Havaí, é o ambiente mais variado; A trilha atravessa uma cidade, vulcão, cachoeira, praia, floresta e duas aldeias.
O ambiente da floresta costeira, que lembra a costa de Washington por causa de sua floresta e natureza, às vezes tem clima de neblina, mas isso não  limita efetivamente a visibilidade durante as corridas.
A costa do Mediterrâneo, que se assemelha a Grécia por causa do estádio e um edifício que se assemelha ao  Parthenon, e os chamados ambientes alpinos, que se assemelham ao Alasca, são mais homogêneos, com pouca variação, exceto um ou outro atalho ocasional.

   

Carros NFS Edition também estão neste jogo, os carros são os mesmos que você vê acima, os carros são apenas ligeiramente modificados. No entanto, na versão PS2, os carros BMW não receberam suas modificações NFS Edition correspondentes. Isso ocorreu por causa de uma política de licenciamento da BMW que restringia modificações de veículos não autorizadas. Também na versão PS2, a Ferrari 360 Spider não conseguiu a sua modificação NFS Edition correspondente devido à Ferrari 360 Modena Challenge estar disponível como uma alternativa e ser exclusiva do PS2, enquanto nas outras versões há a Ferrari 360 NFS Edition disponível.


O jogo suporta resoluções de até 1280x720, em formato wide 16:9, o que é bom, já que muitos jogos antigos necessitam gambiarras para funcionar em hardwares mais recentes.
Em termos de recursos, ele funciona bem em hardwares modestos(Core2duo) e até com placas de vídeo Intel se consegue um bom desempenho.

Como instalar e rodar no PCLinuxOS ?

Você vai precisar do Winetricks. No Winetricks,  selecione:
  • Select Default Wine prefix
  • Install a  Windows DLL or Component
  • Agora, procure pelo DirectX9: d3dx9_36 e marque-o para instalação.
E, a instalação do jogo agora…
Instale o jogo normalmente, se tiver a mídia em CD. Ele vai pedir o número de série e instalar sem problemas.
Agora, toda vez que o jogo for executado, você precisará montar o CD em que ele foi instalado.
Há uma outra forma, mais prática, que é fazer uma ISO do cd de instalação (com ferramentas como o AcetoneISO ou CDemu), instalar o jogo a partir da ISO que foi criada, e, usar um no-cd patch no executável do jogo nfshp2.exe.
No entanto, a ISO tem que ser montada toda vez que for rodar o game, já que ele usa os filmes e músicas do cd de instalação.

Espero que gostem e se divirtam com o jogo, que, apesar de ter 14 anos, ainda é muito divertido de jogar, envelheceu muito bem e ganhou selo Platinum no WineHQ AppDB.
Todas as telas foram capturadas de gameplay do jogo no PCLinuxOS.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Silent Hill 2 Rodando no PCLinuxOS


Depois de quase não sobreviver ao primeiro jogo, você volta à Silent Hill...
Silent Hill 2 é o segundo episódio da série de survival horror Silent Hill. O jogo foi lançado no final de 2001 para o PlayStation 2 e foi portado para o Microsoft Xbox no final daquele ano e PC no ano seguinte(2002).

Enquanto o jogo acontece na cidade homônima da série, não é uma sequência direta aos acontecimentos e personagens do primeiro jogo, e ocorre em uma data indeterminada entre este e o terceiro jogo.
Este episódio é focado em um novo personagem, James Sunderland, que entra na cidade após receber uma carta escrita por sua falecida esposa Mary, dizendo que ela está esperando por ele em seu “lugar especial” em Silent Hill.

      1. A versão para PC

A versão PC de Silent Hill 2 foi lançada em dezembro de 2002, portada pela Creature Labs e publicada pela Konami. A versão PC é equivalente à versão Xbox e as versões de PS2 Greatest Hits, incluindo o cenário de Maria e o fim extra. Na Europa, tinha o mesmo subtítulo com o rótulo PS2 Platinum. Outras características adicionais incluem a capacidade de salvar em qualquer lugar, QuickSave e Quickload, e um menu de filme para ver trailers de Silent Hill 2 e Silent Hill 3, bem como qualquer filme no jogo, uma vez que já tenha visto pelo jogador.

      1. Como instalar no PCLinuxOS ?

Você vai precisar do Winetricks.
No Winetricks,  selecione:
Select Default Wine prefix
Install a  Windows DLL or Component
Agora, procure pelo DirectX9: d3dx9_36 e marque-o para instalação.
E, a instalação do jogo agora...

O jogo vem em 3 cds.
Para instala-lo corretamente, os cds terão que ser copiados para o HD. Recomendo no desktop, já que estará mais a vista, e, vai ser temporário.

  1. Faça 3 pastas no seu desktop: CD1, CD2 e CD3
  2. Copie todo o CD1 para a pasta CD1
  3. Copie todo o CD2 para a pasta CD2
  4. Copie todo o CD3 para a pasta CD3
  5. Agora, renomeie a pasta CD1 para CD_ROM
  6. Execute o setup.exe do game, e, comece a instalar normalmente
  7. Ele vai pedir então que se coloque o CD2
  8. Aqui vai o pulo do gato: Renomeie a pasta CD_ROM novamente para CD1, e, a pasta CD2 para CD_ROM.
  9. Aperte OK no instalador do jogo
  10. Ele vai continuar instalando normalmente
  11. Quando pedir para mudar os CD's, a única coisa que vai se fazer é renomear as pastas. Ou seja, quando pedir o CD3, renomear a pasta CD3 para CD_ROM e assim sucessivamente sempre que ele pedir a mudança de CD's
   Ok!!! Terminou a instalação

Ele pede para instalar o DirectX8 durante a instalação. Recuse instalar e siga em frente. Não é necessário e o jogo roda muito bem.
 

      1. Jogando Slient Hill 2 em computadores atuais

Silent Hill 2 foi criado numa época em que computadores com mais de um núcleo não existiam. Por isso, ele não roda em máquinas multicore direito.
Para conseguir rodar SH2 em computadores atuais, é necessário usar um utilitário, SH2Proxy.
O que faz SH2Proxy ?
  • Permite modo janela
  • Resolução personalizada
  • Janela sem bordas
  • Posicionamento da janela
  • Executa com parâmetros diferentes
  • Automaticamente seta o jogo para executar em apenas um núcleo.
E, pode ser configurado em um arquivo .ini, sh2proxy.ini
O utilitário pode ser baixado aqui
E, deverá substituir o programa sh2pc.exe, que fica em /home/~/.wine/drive_c/Program Files/Konami/Silent Hill 2

O jogo roda muito bem, em hardwares até modestos. A memória de vídeo mínima para executar é 32MB de vram.
Ele apresenta alguns glitches com placas de vídeo Intel, mas, não é nada que impeça o game de rodar.

Divirtam-se! 


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

GOG no PCLinuxOS

GOG, a antiga Good Old Games, recentemente passou a oferecer títulos para Linux, e, é mais uma ótima opção para diversão no nosso amado sistema operacional livre.

Um pouco de história

Em 1994, Marcin Iwiński e Michał Kicinski fundaram a CD Projekt. Eles inicialmente importavam jogos dos atacadistas nos Estados Unidos e vendiam na Polônia. No final de 2008, CD Projekt lançou GOG.com sob o nome Good Old Games (Bons jogos antigos).
O objetivo inicial era lançar jogos clássicos para um público moderno sem restrições de gerenciamento de direitos digitais [DRM].
Em setembro de 2010, o velho site Good Old Games anunciou que ia fechar. Diversos analistas, jornalistas e gamers cogitaram, pela internet, que seria por causa da venda de produtos sem DRM, o que causaria problemas financeiros. O site, no entanto, era reticente, e, publicou um esclarecimento, no dia 20 de setembro de 2010, dizendo que o site “estaria parando por razões técnicas e de negócios”. A curiosidade e as especulações alcançaram o pico, todos julgavam que a empresa estaria mesmo falindo.
Dois dias depois, o site reabriu e, foi revelado que toda a estória era um truque de marketing. Num comunicado oficial, o gerente do site escreveu: “Primeiro de tudo, gostaríamos de pedir desculpas a todos que se sentiram enganados ou prejudicados de alguma forma pelo encerramento da GOG.com. Como uma pequena empresa que não tem um grande orçamento de marketing, não podíamos perder a chance de gerar algum alvoroço em torno de um evento tão grande como o lançamento de uma nova versão do nosso site e ainda mais importante, trazendo de volta Baldur’s Gate  a vida!”

Mas, a coisa fica melhor

Em 2012, a GOG.com começou a dar suporte ao MacOSX. E, bem antes disso, os fórums do site ficavam recheados de mensagens de Linuxers, reclamando suporte ao Linux.
A empresa sempre respondia que adoraria dar suporte ao Linux, mas, não via um mercado grande para isso.
A coisa mudou de figura em 2014, num anúncio no fórum oficial da comunidade GOG (https://www.gog.com/forum/general/gogcom_now_supports_linux), onde 50 jogos foram inicialmente postos à venda.
Ótimos títulos, com preços muito bons, e, com pacotes .DEB e .RPM e instaladores agnósticos Tar.gz estavam disponíveis, e, em 2015, passaram a ser acompanhados pelo GOG. Galaxy, um cliente a la Steam.
Em 2014, a GOG.com também passou a oferecer filmes sem DRM para venda, o que aumentou o seu leque de produtos.

Como funciona ?

Os bens digitais oferecidos (jogos e filmes) pode ser comprados e baixados on-line e, são distribuídos sem gerenciamento de direitos digitais(DRM free). Ou seja, você compra um bem que lhe pertence, sem data de expiração nem necessidade de clientes proprietários para acessar seus jogos e filmes (ao contrário da Steam, que necessita do Steam client).
O usuário não precisa instalar um cliente especial para baixar ou executar os jogos.
Após o download, o cliente é livre para usar o software para qualquer uso pessoal como a instalação em vários dispositivos,  o arquivamento em qualquer mídia de armazenamento pessoal por tempo ilimitado, modding e aplicação de patches, apenas  com  restrições de revenda e de compartilhamento, o que configuraria pirataria.
Mas, não é só: junto com os jogos, os clientes também são capazes de baixar inúmeros materiais extras relacionados com o jogo que eles compraram. Muitas vezes, estes extras incluem trilha sonora do jogo (algumas em formato FLAC ou MP3), wallpapers, avatares, e manuais. GOG.com também oferece suporte completo ao cliente para todas as compras e uma garantia de devolução do dinheiro dentro dos primeiros 30 dias.

Como tornar-se cliente da GOG

Para tornar-se cliente da GOG, vá em: https://www.gog.com/ . O site tem suporte nativo à Português do Brasil, que você deverá ativar nas configurações de idioma, no rodapé da página.
No site, clique em cadastro, na barra superior


Efetue seu cadastro, com nome de usuário e senha

A partir daí, você terá uma conta na GOG.com. Um e-mail de confirmação será enviado para o endereço de e-mail que você cadastrou.
Uma vez logado em sua conta na GOG, você verá uma tela assim:

Clicando em Conta, na barra superior, as opções Biblioteca, Lista de Desejos, Amigos, Bate Papo, Resposta de Fóruns, Pedidos & Configurações, Carteira e Sair.
Minha Biblioteca, atualmente, tem dois títulos, que ficam listados, como numa prateleira


Na GOG.com você não precisa de dinheiro para começar a usufruir dos produtos, já que diversos títulos são grátis (free download). Estes mesmos que eu comprei, foram gratuitos.
No entanto, há diversos jogos muito bons, e, baratos.
Para comprar estes jogos da GOG,com você precisa abastecer sua carteira (virtual).
Como fazer ? Muito simples.
Clique em carteira, vai abrir a página de gerenciamento da carteira, e, logo abaixo, botões com valores para se adicionar à carteira.


Clicando-se nos valores, aparecem as opções de pagamento


Que incluem: Cartão de crédito, boleto bancário, transferência bancária online e alguns serviços de e-wallet.

Vantagens da GOG.com

Algumas vantagens da GOG.com são: jogos sem DRM, que podem ser instalados quantas vezes o comprador quiser, podem ser guardados em DVD, enfim, se é o dono dos jogos comprados.
Muitas promoções, a GOG.com tem promoções relâmpago e de fim de semana, e, alguns jogos gratuitos. Mas, uma das maiores vantagens da GOG.com é a sua biblioteca de jogos, sem os entraves do DRM, mesmo os jogos que não são nativos para Linux, podem ser instalados via Play-On-Linux(a maioria tem script de instalação), ou, são jogos de DOS que a GOG.com adapta para rodar nas plataformas Windows e MacOSX, sendo facilmente adaptáveis para rodar no DOSBOX no nosso querido sistema operacional Linux.
Então, o que a primeira vista parece uma boa seleção de títulos nativos para Linux, se expande em muito mais títulos, tanto os de windows quanto os de DOS, que podem rodar via DOSBOX ou Play-On-Linux.

Eu vou fazer umas análises de alguns jogos que GOG.com tem à venda para Linux, pois eles têm clássicos, com preços muito atraentes.

Até lá, e divirtam-se com a GOG.com!

Sds,